Home / Geral
Publicada em 15 de Out de 2011 - 15h05min

EFAPI será palco do 2º Rodeio Internacional de Chapecó

Autoridades prestigiaram o evento

Foi oficialmente lançado durante a 18ª Edição da Exposição-feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó (EFAPI 2011), o 2º Rodeio Internacional de Chapecó e 5º Rodeio Nacional Crioulo e Artístico. O evento ocorre de 18 a 20 de novembro de 2011, no Parque de Exposições Tancredo Neves, realizado pela Associação Chapecoense de Cultura Tradicionalista Gaúcha (ACCTG) em parceria com oito CTGs de Chapecó.
Segundo o Patrão do CTG Coxilha do Quero-Quero e coordenador da Comissão Artística do Rodeio, Nelson João Krombauer, o evento tem confirmado a presença de 20 CTGs e mais de 50 piquetes. A programação está dividida em duas categorias: artística e campeira. A parte artística apresenta atividades de dança típica da cultura gauchesca, como a chula e o tropeirismo, declamação, música e comidas típicas. As provas de Tiro de Laço e Quarteto integram a programação campeira do rodeio.
A primeira edição do Rodeio Internacional ocorreu em 2007. A expectativa da comissão agora é realizar o evento anualmente, assim como o Rodeio Nacional Crioulo e Artístico. De acordo com Krombauer, a região sentia necessidade de realizar um evento que permitisse a divulgação da tradição e dos trabalhos desenvolvidos pelos CTGs e piquetes. “É uma oportunidade, um espaço que motiva os tradicionalistas a apresentarem suas atividades”, destaca Krombauer.
A 2ª edição do Rodeio Internacional de Chapecó e 5º Rodeio Nacional Crioulo e Artístico oferece mais de 60 mil reais de premiação, entrada franca e shows com Mano Lima e Grupo Eco do Pampa. Para Krombauer o evento tem uma importância muito grande para Chapecó e região. “Nossa cidade vive um momento de muita união onde a tradição gaúcha está sendo fortalecida. O rodeio no próximo mês vai somar na difusão de nossas atividades e também é um momento em que a sociedade pode ter contato com a cultura tradicionalista”, ressalta o coordenador.




Fonte da notícia: MB Comunicação

Imprimir | Enviar para amigo | Adicionar a favoritos

DESTAQUE GERAL

Ilegalidade da cobrança do Imposto de Fronteira para as micro e pequenas empresas


17/07/2014

Há muito os empresários lutam contra a carga tributária no país, não importando os mecanismos criados pelo governo para simplificar ou reduzir a tributação, pois, paralelo à simplificação, os estados e municípios criam outros mecanismos para não perderem ou reduzirem sua arrecadação. O clássico exemplo são as empresas enquadradas no Simples Nacional, o qual é um regime tr...
DESTAQUES